Topas

 

 

ODOR CORPORAL

odor_corporal.jpg

O odor corporal é único, cada pessoa tem o seu próprio cheiro. O teu também é único e pode ser influenciado pela dieta, o estilo de vida, seres rapaz ou rapariga, os genes, a saúde e medicamentos que possas estar a tomar. O odor corporal provém principalmente da degradação de vários aminoácidos produzidos por bactérias que existem na pele e que proliferam nas glândulas sebáceas da pele. Mas o que interessa é que o teu cheiro é único e é isso que permite, por exemplo, que um cão ou outros animais farejem o teu cheiro para te encontrarem.

Entre o odor corporal e mau cheiro pés, você pode pensar que não pode ficar muito pior.

Hiperidrose significa suar excessivamente e Bromidrose é o termo usado para se referir aos cheiros desagradáveis do corpo humano. Suar excessivamente sem motivo normal aparente, denomina-se hiperidrose. Se o suor apresentar um cheiro denomina-se bromidrose.

Para entendermos o assunto suor e seus cheiros, de início é necessário saber que o corpo humano tem dois tipos de glândulas sudoríparas, as Écrinas e as Apócrinas.

As écrinas atuam desde os primeiros dias de vida, estão espalhadas na pele de todo o corpo e sua função é a de atuar na regulação da temperatura corporal. Se a temperatura do corpo for elevada, aumenta a produção de suor e quando frio, diminui. Este suor é drenado pelos poros da pele e usualmente não tem cheiro.

As glândulas apócrinas tem outras caraterísticas. Desenvolvem-se mais em certas áreas do corpo, como as axilas, na cabeça, região inguinal e pés. A secreção destas glândulas é drenada, não por poros da pele, mas pelos folículos dos pelos destas regiões. Este suor, além de água e eletrólitos como o das glândulas écrinas, contém ainda gorduras e proteínas e alguns outros elementos como hormônios e alcalóides derivados de certos alimentos que podem produzir odores próprios. Com a puberdade estas glândulas intensificam a sua atividade aumentando a secreção de um suor mais propenso a produzir odores.

BROMIDROSE, o mau cheiro do suor não depende da quantidade suada.

O suor das glândulas apócrinas inicialmente também não tem cheiro intenso, mas se permanecer por mais tempo junto ao corpo pode sofrer alterações no odor decorrentes da ação de bactérias e fungos sobre os seus componentes.

A distribuição de glândulas apócrinas é variável segundo características etárias e raciais. Por exemplo, antes da puberdade estas glândulas não costumam ser muito ativas, nas crianças a sua atividade é mínima. Índios e as raças amarelas são as que possuem em número bastante menor. Já os europeus e os negros têm-na em número maior.

Alguns alimentos ou medicamentos contém outros componentes que, em algumas pessoas, são eliminadas pelo suor, por exemplo, alho, cebola, certos antibióticos, vitaminas e algumas toxinas produzidas pelo corpo, podem dar um cheiro característico ao suor.

Para que o mau cheiro de corpo seja percebido, as vezes mesmo à distância, dois fatores são essenciais. Primeiro a falta de higiene corporal e segundo maus cuidados com a limpeza das roupas em uso.

A fim de evitar o mau cheiro é essencial que as pessoas lavem o corpo todos os dias, principalmente os locais do corpo onde se localizam as glândulas apócrinas. A ação de bactérias e fungos sobre estas secreções produzirá um odor que em poucos dias ultrapassará as roupas. Além de os ultrapassarem, impregnam os tecidos, que se não forem lavados com regularidade. Se usares estas roupas que ainda têm o cheiro impregnado mesmo que tomes banho todos os dias. Não tomar banho diariamente e voltar a usar roupas sem lavá-las, são dois hábitos que se complementam na produção de maus cheiros do corpo.

Durante emoções podemos suar mais, por exemplo ao sentirmos medo ou dor podemos apresentar os chamados suores frios. Todo isso são reações normais do corpo humano.

A HIPERHIDROSE, a produção exagerada de suor, é o excesso produção que acomete algumas pessoas, que ocorre principalmente no rosto, nas mãos ou axilas e que pode causar dificuldades na vida da pessoa.

Existem pessoas que de tanto suar nas mão se inibem em cumprimentar a outras pessoas, andam constantemente a segurar um lenço na tentativa de manter as mãos secas. Em momentos de tensão, como provas escolares, ou preenchimento de questionários em testes de admissão para empregos, de tanto suar não conseguem manter as folhas de papel secas. Para estes casos a medicina pode oferecer alguma ajuda que vai desde medicamentos até a cirurgia. Existe solução!

O odor corporal pode ser reduzido ou prevenido com o uso de sabonetes, desodorizantes e outros produtos de higiene.

Basicamente, tomar um banho ou um duche que lave todo o corpo uma vez por dia é o suficiente para manter um cheiro agradável, mas tomar banho depois da prática de exercício físico também é uma boa ideia para evitar o mau cheiro. Apenas deves ter cuidado de secar bem os pés, entre os dedos, usar anti transpirantes nos pés se achares que tens um cheiro muito intenso... e os desodorizantes convem que sejam bons... que controlem a coisa mas deixem a pele respirar. A roupa também já percebeste que tem que ser lavada muitas vezes… senão ainda vão pensar que não tomas banho!!!