Topas

Cocaína

cocaina.jpg

COCAÍNA

A cocaína vem de uma planta sul americana, a planta da coca, mas antes de chegar às ruas ela é processada, usando ácido sulfúrico, querosene e cimento. O aspeto da cocaína é o de um pó branco – o hidrocloreto de cocaína – embora, em alguns locais, algumas pessoas ainda mastiguem a própria folha da coca. A maioria dos consumidores de cocaína inalam-na pelo nariz (“sniffam”), usando um papel ou uma nota enrolada. Alguns chegam mesmo a injetá-la diretamente no sangue, o que aumenta consideravelmente o risco de paragem cardíaca irreversível, causada pela overdose. Quando consumida juntamente com bebidas alcoólicas, forma um composto ainda mais tóxico.

Pensa-se que a cocaína produz os seus efeitos ao "encher" o sistema nervoso de dopamina, um mensageiro químico natural que existe no nosso cérebro e que produz uma sensação de prazer. Contudo, depois de se consumir durante algum tempo, a cocaína faz com que o corpo deixe de produzir dopamina, e por isso deixa de se conseguir estar contente enquanto não se consumir cocaína outra vez. E assim a pessoa tem que consumir mais cocaína só para se sentir normal, caso contrário sente-se irritada e triste, completamente desligado das emoções, da família e dos amigos.

O Ocidente descobriu a cocaína por volta de 1870 e julgou que era um produto fantástico. Muitas bebidas energéticas tinham pequenas doses de cocaína, incluindo a famosa Coca-Cola. Só por volta de 1900 é que os médicos se aperceberam dos perigos da cocaína. A Coca-Cola deixou de a usar em 1902, mas manteve o nome Coca na marca.

 Crack

O crack é um derivado da cocaína que se apresenta sob a forma de pequenos cristais brancos. Quando o crack é aquecido faz uns sons tipo estalidos (“crack”), daí o seu nome. O fumo produzido pelo crack chega ao cérebro muito rapidamente e provoca uma sensação de euforia intensa que dura apenas cerca de 2 minutos, continua a fazer o seu efeito, mas menos acentuado, durante cerca de 20 minutos, mas depois provoca uma forte sensação de depressão. É uma droga muito, muito viciante.

Efeitos da cocaína

 A cocaína pode afetar a mente de quem a consome provocando ansiedade, irritabilidade, paranóia e alucinações auditivas (ouvem-se vozes na cabeça). Pode também afetar o corpo, levando a alterações do ritmo cardíaco e podendo provocar enfartes. É comum a ocorrência de AVC’s, convulsões e dores de cabeça nos grandes consumidores de cocaína. Esta atua também como um anestésico local provocando, quando é consumida, dormência da boca ou do nariz, podendo mesmo levar à necrose da mucosa nasal (morte das células do nariz).

Lei: A cocaína é uma droga ilegal. O seu consumo e venda são ilegais e punidos por lei.

 

Se tens dúvidas há um documento mega feito só sobre drogas!

- o que fazer se te oferecerem?

- como programar uma saída à noite sabendo que isso pode acontecer?

- quais todos os tipos de drogas que existem?

- como podes ajudar alguém que se começou a meter com elas.. tu ou outra pessoa... também tem um nº telefone .. é completamente  anónimo e confidencial por isso podes ligar.

O tal documento responde a todas estas perguntas ------ é ESTE (clica).