Topas

 

 

RAIVA

 

 

raiva.jpg

O que é a raiva?

A raiva é a resposta normal que um indivíduo tem quando confrontado com uma situação ameaçadora. Mas cerca de 1 em cada 10 pessoas tem dificuldade em controlar a sua raiva. É uma emoção forte que nos pode proteger ou, em contrapartida, causar problemas se for mal dirigida. Quando uma pessoa sente raiva os batimentos cardíacos podem acelerar, a tensão arterial pode elevar-se e certas substâncias químicas presentes no teu sangue podem aumentar a sua concentração  (a adrenalina e noradrenalina).

Porque sentimos raiva?

Sentimentos de raiva podem apoderar-se de nós quando estamos a ser ameaçados por algo ou alguém e queremos acabar com essa situação. Todos nós já sentimos raiva em determinado momento. Contudo, o sentimento de raiva descontrolada pode ter efeitos graves na tua saúde e causar vários problemas com a tua família, os teus amigos e mesmo com a polícia!

 Que tipo de coisas te podem levar a sentir raiva?

- Ser insultado ou ameaçado

- Estar cansado, com fome ou dores

- Sentir frustração sexual

-  Síndrome pré-menstrual

-  Sentir-se ignorado ou sentir que não se é levado a sério

-  Consumo de álcool ou drogas

Algumas formas de lidar com a raiva

-  identificar e evitar aquilo que te causa raiva

-  saber reconhecer quando estás a começar a ficar enraivecido

-  gritar e berrar num local privado

-  bater na tua almofada (para libertares a raiva aí)

- aprender a relaxar e a meditar

- aprender a parar para acalmar – muitas vezes, no “calor do momento”, podes ter uma reacção, como forma de retaliação, de que te vais arrepender, como por exemplo, enviares uma sms horrível e maldosa. Tenta não o fazer! Podes-te arrepender!

- Fazer muito exercício físico

...também podes experimentar...

- tenta acalmar-te. Experimenta repetir para ti próprio a frase “tem calma...tem calma...” ou “isto já vais passar...”

- tenta ver a situação sob outro ponto de vista, ou seja, de uma forma que não te faça sentir raiva.

- Pergunta a ti próprio “se o meu melhor amigo estivesse nesta mesma situação, que conselho é que eu lhe daria?”

- Procura ajuda – se ainda sentes muita raiva, mesmo depois de tentares pôr em prática estas dicas, deves procurar outro tipo de ajuda e quem melhor te pode aconselhar é o teu médico.

Existem métodos de controlo da raiva, que podem ser ensinados por técnicos, e que te podem ajudar a perceber quando a raiva te está a escapar ao controlo e o que deves fazer para “não perder a cabeça”.