Topas

 

 

ABORTO

aborto.jpg

Um aborto espontâneo é isso mesmo: uma gravidez interrompida por causas naturais, quase sempre antes da 12ª semana de gestação. É comum, mas nem por isso menos doloroso para quem esperava receber um filho nos braços.

É espontâneo e, por isso mesmo, é diferente da interrupção voluntária da gravidez. Acontece quando, por razões nem sempre óbvias, a gravidez termina antes da 20ª semana.

Com frequência acontece até à 12ª e, às vezes, tão precocemente que a mulher nem chega a aperceber-se de que está grávida, ainda antes da primeira falta menstrual.

O aborto espontâneo é comum e de causas variadas, com as anomalias cromossómicas a serem responsáveis pela maioria dos casos. Não se trata de problemas genéticos herdados dos progenitores, mas sim de erros ocorridos durante a divisão celular, os quais interferem com o desenvolvimento do embrião. Contudo, um erro destes raramente se repete, pelo que existem ótimas probabilidades de uma gravidez seguinte de termo.

 Um aborto provocado/induzido é isso que o nome diz ... alguém que provoca a interrupção da gravidez .. com comprimidos na vagina ou se necessário com uma mini-cirurgia ... Em Portugal é possível interromper a gravidez até às 10 semanas.

Um aborto é muito perigoso se não for feito com supervisão médica. Hoje em dia é considerado legal até às 10 semanas. Deves recorrer a um médico que te poderá explicar como proceder de maneira a não pores em risco a tua saúde bem como a não teres problemas no futuro quando voltares a engravidar de uma forma planeada e feliz.

Mesmo que a pessoa esteja muito determinada a fazer a interrupção é sempre muito marcante na vida de todas as jovens que passam por isto ... mais vale falares com o teu médico e com a tua família sobre isto... mesmo que seja difícil falar vais precisar de muito apoio. Já que é algo tão íntimo e forte que seja passado da melhor forma possível.

Antes da realização de um abordo induzido existe uma consulta: esta consulta marca o início formal do processo de IVG. É uma consulta de carácter obrigatório. Nesta, o técnico de saúde deve esclarecer todas as dúvidas da mulher e fornecer a informação necessária tendo em vista uma tomada de decisão livre, informada responsável.

  • A consulta pode ser marcada num serviço de saúde legalmente autorizado, como centros de saúde, maternidades, hospitais públicos ou em clínicas privadas devidamente autorizadas.
  •  O período entre a marcação e a realização da consulta não pode exceder os 5 dias. 
  • A consulta deve garantir que a mulher se encontra livre de pressões na sua tomada de decisão.
  • A mulher pode fazer-se acompanhar por terceiros durante todo o processo de IVG.
  • Uma vez clarificado o pedido de IVG, é determinado o tempo de gestação (através de ecografia) e explicados os diferentes métodos de interrupção da gravidez.
  • No final da consulta prévia é marcada uma outra para a realização da IVG.  

A consulta é também um espaço privilegiado para o esclarecimento sobre os métodos contracetivos.

Na consulta é entregue à mulher o impresso Consentimento Livre e Esclarecido que deverá ser lido, assinado e entregue ao médico até à data de realização da IVG. No caso das mulheres menores de 16 anos ou (mulheres que sejam consideradas incapazes para tomar essa decisão sozinhas), o Consentimento Livre e Esclarecido terá de ser assinado pelo seu representante legal (pai, mãe ou tutor). 

É obrigatório um período de reflexão mínimo de 3 dias, entre a consulta e a marcação da data da IVG, durante o qual a mulher pode solicitar apoio psicológico/aconselhamento ou apoio social. Este período poderá ser mais longo se a mulher assim o desejar (desde que não ultrapasse as 10 semanas de gravidez)

Se desejares mais informação não hesites em ligar: 

Portal da Juventude - Sexualidade em Linha , podes ligar 707 20 30 30 - Linha da Juventude (é anónimo e podem-te ajudar em todas as questões que precisares)

APF - Linha OPÇÕES 707 200 249 - Linha de informação, aconselhamento e ajuda sobre a gravidez não desejada e acompanhamento contracetivo. Dias úteis, das 10:00h às 16:00h.

Linha SAÚDE 24 - 808 24 24 24 (24 horas por dia)

Associação Médicos pela Escolha - www.medicospelaescolha.pt

SOS Grávida - 808 200 139 - Linha de informação, apoio e assistência a grávidas. Dias úteis, das 10:00h às 18:00h.