Topas

 

 INFEÇÕES (DOENÇAS)

SEXUALMENTE

TRANSMISSÍVEIS

infeccoes_sexuais.jpg

Uma infeção sexualmente transmissível (IST) é uma infeção que se apanha quando tens relações sexuais.

Para além do VIH que está na origem da SIDA, existem outros agentes patogénicos que podem ser transmitidos durante a relação sexual (vírus, bactérias, parasitas unicelulares, fungos). Algumas destas infeções, por exemplo a hepatite B, a clamídia, a gonorreia ou o herpes, são mais frequentes que uma infeção pelo VIH e também podem ter consequências graves.

As infeções sexualmente transmissíveis (IST) quando não detetadas e tratadas podem ter consequências graves: desde prurido (comichão) e corrimentos, passando por lesões no fígado, ficar estéril (tanto a mulher como o homem) e ainda algumas formas de cancro. 

Na verdade para apanhares alguns destes microrganismos não tem que se ter uma relação sexual completa. Alguns pode ser apenas através do toque nos órgãos sexuais.

As IST são ainda “portas” para outras infeções. Nas pequenas feridas que estas provocam nos órgãos sexuais, na boca ou no ânus, encontram-se células especiais que são bem mais sensíveis aos agentes patogénicos que a pele sã da mucosa. Assim, as IST aumentam o risco de uma infeção pelo VIH.

O QUE PODES SENTIR SE APANHARES?  arder muito a fazer xixi ...  secreções amareladas-esverdeadas e muita comichão...  MAS: muitas mulheres  e homens não sentem absolutamente NADA.

Os Sintomas de IST nos homens

  • Corrimentos pela uretra (canal onde passa a urina e o esperma) em quantidade e cores variadas
  • Ardor quando urina
  • Dores e inchaço nos testículos
  • Abcessos, aftas, vermelhidão e prurido no pénis ou nos testículos
  • Vermelhidão no palato (céu da boca) ou na faringe (garganta)
  • Dor difusa no intestino
  • Inchaço ou úlceras no ânus

Os Sintomas de IST nas mulheres

  • Corrimentos com mau odor a nível da vagina
  • Prurido, ulcerações, abcessos, inflamação da vulva ou no interior da vagina
  • Dores e ardor quando urina
  • Dores e ardor durante as relações sexuais
  • Vermelhidão no palato e na faringe
  • Hemorragias fora do período da menstruação
  • Inflamações na zona genital
  • Dor de barriga
  • Menstruação irregular
  • Dor difusa no cólon
  • Inflamações, ulceração no ânus.

Até 1 em cada 10 jovens tem uma destas doenças e infelizmente 90% deles não sabem, porque não sentem nada. Uma vez infetada uma pessoa mantem-se infetada até ser tratada ... não passa só por ficar à espera.

Qual a maneira eficaz para não ter isto?? Não ter relações sexuais com qualquer pessoa infetada (DIFÍCIL) OU usar PRESERVATIVO SEMPRE!!

COMO SE APANHAM ESTAS INFECÇÕES?

As principais vias de transmissão de IST são:

  • as relações sexuais vaginais, não protegidas, entre mulher e homem; ou seja, quando o pénis é introduzido na vagina sem preservativo;
  • as relações sexuais anais, não protegidas, entre mulher e homem ou entre homem e homem. Ou seja, quando o pénis é introduzido no ânus sem a proteção de um preservativo;
  • o risco de transmissão está também relacionado com determinadas práticas ou comportamentos, como por exemplo a partilha de brinquedos sexuais.

É fundamental encontrar profissionais de saúde com os quais se sinta confortável para conversar e que possam assegurar o acompanhamento.

Sempre que se inicia uma nova relação sexual é importante falar com o parceiro sobre as relações anteriores, de modo a prevenir os riscos de contrair uma IST.

 Para além das infeções lembra-te que podes sempre ENGRAVIDAR.. ou engravidar a pessoa com quem estás... há pessoas super compatíveis, que engravidam numa única vez em que não usaram o preservativo ou num único dia em que a rapariga se esqueceu de tomar a pílula...